Região

Escolas estaduais de Ponta Grossa não tem condições de atender e nem de transmitir aulas online

Foto: Marcos Romeu

Nos colégios falta estrutura como internet e computador para os professores

Os professores estaduais de Ponta Grossa estão prevendo tempos obscuro na região dos campos gerais, na educação ofertada pelo estado.

Aos olhos dos funcionários da educação, para ministrar as aulas, nesse tempo de pandemia, é uma tarefa impossível, ja que a maioria das escolas estaduais não tem infraestrutura adequada com o padrão exigido pela secretária de educação do Paraná. A maioria não tem internet. Como esses profissionais vão transmitir as aulas sem o serviço básico?

Em Ponta Grossa, somente duas empresas,  realizam os serviços de internet, mas estão sobrecarregadas e não tem o material disponível para atender a demanda das escolas.

O temor dos professores é que “os alunos” não respeitem o rodizio determinado pela secretária de educação e voltem em peso para as escolas,  não tendo como fazer o rodízio prometido pela SEED, já que as aulas online não vão ter como ser transmitidas.

As escolas que tem condições e equipamentos a altura para atender os alunos, inclusive com internet, são as que participaram do plano piloto. As restantes estão sem os equipamentos necessários de atendimento.

Outro ponto apontado é que as escolas que foram aprovados para o regime cívico militares, até o momento, não apareceram para dar início ao ano letivo.

Será que os professores vão ter que começar o ano letivo sem os colegas militares? Falta de coerência ou o governo do estado deve estar enganando a população.

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo