juliotake

Locadora de frotas deve crescer 20% em 2021, com avanço de 30% em empilhadeiras

Marbor projeta expansão da terceirização de frotas, apesar da crise de falta de peças e veículos novos no mercado automotivo

São Paulo – SP 8/10/2021 – “A Marbor apresentará crescimento em todas suas linhas de locação – automóveis, caminhões e empilhadeiras – em uma média de 20% neste ano”, diz Renato Vaz

Marbor projeta expansão da terceirização de frotas, apesar da crise de falta de peças e veículos novos no mercado automotivo

Fundado em 1988, em Mogi das Cruzes (SP), o Grupo Marbor completa 33 anos em outubro, com atuação em três linhas de negócios: imobiliário, hotelaria e terceirização de frotas. Neste último segmento, a empresa deve registrar um avanço de dois dígitos percentuais em 2021, mesmo com a crise que atinge o setor automobilístico, com a falta de peças e de veículos novos.

“A Marbor apresentará crescimento em todas suas linhas de locação – automóveis, caminhões e empilhadeiras – em uma média de 20% neste ano, sobre 2020. Um volume que poderia ser ainda maior, mas que consideramos muito satisfatório, quando pesamos as adversidades no mercado automobilístico”, afirma Renato Vaz, diretor da Marbor Frotas Corporativas.

A linha em que a empresa vem apresentando melhores resultados é a de locação de empilhadeiras. “Há novos contratos e mais alguns em negociação. Este será o nosso segmento com maior crescimento, de aproximadamente 30%”, relata Vaz.

Na locação de automóveis, segundo o executivo, a maior procura continua sendo por veículos de entrada (modelos 1.0 e 1.4) e, entre os caminhões, a linha de VUC (veículo urbano de carga) tem sido a mais solicitada.

Para Renato Vaz, a crise no mercado de veículos novos ainda deve perdurar até 2022, porém, a terceirização de frotas continuará crescendo, mesmo que de forma mais contida. “No curto prazo, o desafio que a indústria automobilística está enfrentando, com a falta de componentes, vai refletir diretamente nas locadoras, seja de automóveis ou caminhões. Todas enfrentarão uma pressão nos preços e uma redução na taxa de crescimento, necessitando de criatividade e foco para ultrapassar essa fase”, avalia.

Apesar do momento desafiador, o diretor da Marbor traça boas perspectivas para o próximo ano. “O setor de locação continuará forte em seus fundamentos. Estamos aprendendo a lidar com este novo cenário de menor oferta de produtos (automóveis e caminhões) e deveremos definir um caminho que nos permita, em 2022, sustentar a empresa, ao mesmo tempo que nos garanta fôlego para uma retomada mais forte nos negócios”, conclui.

Consolidação do grupo

Ao longo destes 33 anos de atuação, o Grupo Marbor consolidou a marca nos seus três segmentos de negócios.
Fundada pelo empresário Marcos Borenstein, a empresa teve sua origem em administração de imóveis. Nos anos seguintes, ingressou nos setores de hotelaria, eventos e terceirização de frota.

Em 2013, o grupo passou por um reposicionamento estratégico, adotando as atuais nomenclaturas: Marbor Frotas Corporativas, Marbor Negócios Imobiliários e Hotel Marbor.

O processo de reformulação foi conduzido pelos três filhos do fundador, que atuam como diretores: Tatiana Borenstein, Helio Borenstein II e Larissa Borenstein.

“Nosso objetivo sempre foi dar continuidade ao legado do nosso pai, mas modernizando todas as frentes da empresa, para atender às novas necessidades do mercado”, afirma Helio Borenstein II.

Hoje, a Marbor Negócios Imobiliários administra imóveis totalmente revitalizados na Vila Helio, que se tornou uma referência em gastronomia e serviços no centro de Mogi, funcionando como um shopping a céu aberto, com uma grande variedade de empresas.

O Hotel Marbor, na mesma região, foi reformado e passou a contar com o apoio da Alegratto, um espaço para eventos sociais e corporativos.

Já a Marbor Frotas Corporativas expandiu sua atuação, da locação de veículos leves para a terceirização de frotas de automóveis, caminhões e empilhadeiras, com projetos customizados para as necessidades de cada cliente e atendimento individualizado em todas as regiões do país.

“O nosso cliente é o nosso maior patrimônio e, independentemente do tamanho que tenhamos, nosso foco sempre estará nele”, assegura Larissa Borenstein.

Tatiana Borenstein ressalta que o crescimento da Marbor foi muito planejado e conquistado de forma estruturada. “Nós nos preparamos para isso e, mesmo diante de uma grave crise econômica causada pela pandemia de Covid-19, conseguimos manter e colocar em prática todos os projetos”, conclui.

Website: http://www.marborfrotascorporativas.com.br

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo