Internacional

Rumo à COP26: ONU Brasil e Embaixada Britânica iniciam contagem regressiva para Conferência de Clima

COP26 será o maior encontro de líderes mundiais desde o início da pandemia: mais de 100 já confirmaram presença

A 30 dias do início da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, uma campanha da ONU Brasil e Embaixada Britânica dá a largada para a COP26, que acontecerá em Glasgow, na Escócia, de 31 de outubro a 12 de novembro. A contagem regressiva confere o tom de urgência do tema: a COP26 é a última boa chance de frear os efeitos das mudanças do clima. Em Glasgow, o mundo estará atento às decisões que irão estabelecer os próximos passos em direção à construção de economias mais verdes e resilientes, garantindo um futuro justo e saudável para todos.

A COP26 será uma oportunidade para avaliar os compromissos firmados no Acordo de Paris e ampliar a ambição para tirá-lo do papel. Estabelecido em 2015, durante a COP21, o Acordo determina que os países devem estabelecer compromissos para limitar o aumento da temperatura do planeta a 2ºC, com esforços para que não ultrapasse a marca de 1,5ºC. A cada cinco  anos esses compromissos devem ser revisados em uma lógica de catraca: sempre com mais ambição, não recuos.

“O tempo está se esgotando, e precisamos de ainda mais ambição para reduzir rapidamente as emissões, ampliar o financiamento para a ação climática e adotar as estratégias necessárias de adaptação e mitigação”, afirma a coordenadora residente da ONU no Brasil, Sílvia Rucks. “Isso significa que são necessárias ações coletivas e solidariedade, porque a contribuição tanto dos países desenvolvidos quanto dos países emergentes é imprescindível para manter o aumento da temperatura do planeta em 1,5ºC”, completa.

Nos últimos 30 anos, a economia do Reino Unido cresceu 78%, ao passo em que suas emissões foram cortadas em 44%. “É possível aliar crescimento econômico a uma agenda ambiental. O padrão de crescimento do século 21 é um padrão de crescimento limpo. É por isso que temos no Reino Unido a meta mais ambiciosa de redução de emissões entre as grandes economias do mundo”, diz Peter Wilson, embaixador britânico no Brasil. A meta do governo britânico é reduzir suas emissões de carbono em 78% até 2035, eliminar gradualmente a energia a carvão até 2024 e encerrar a venda de veículos movidos a gasolina e diesel até 2030.

“Na presidência da COP26, queremos reunir todos os países à mesa para limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC. Só conseguiremos fazer isso se enfrentarmos quatro desafios: energia, financiamento, transporte e desmatamento. Estamos trabalhando com todos os países para aumentar as ambições nestas quatro áreas. Isso é fundamental para todos nós. É vital para os interesses nacionais dos países, para nossas comunidades e para nossas crianças”, afirma o embaixador.

A Campanha “Rumo à COP26”

A Campanha tem o objetivo de dar visibilidade à COP26 e ampliar o debate público sobre o impacto das mudanças do clima em nossa sociedade. Nos 30 dias que antecedem a Conferência, os perfis da ONU Brasil e suas agências e da Embaixada do Reino Unido compartilharão conteúdos diversos sobre o tema.

Para mais informações sobre a campanha, acesse: https://bit.ly/rumoacop26

Acompanhe também os perfis @ONUBrasil no Twitter, Instagram e Facebook e @UKinBrazil no Twitter, Instagram e Facebook e #RumoACOP26

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo