Opinião

Roberto Requião tenta o quarto mandato de governador do Paraná

Pedro França/Agência Senado

Com tudo que o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) e o seu secretário de educação, Renato Feder, tem demostrado aos professores e funcionários públicos do Paraná, é que a classe do magistério não tem força política e jamais vão atrapalhar a reeleição do ocupante do Palácio Iguaçu. Dão como certa a reeleição e que a oposição está morta. Ledo engano.

Com Roberto Requião fora do MDB, a campanha do ex-governador vem crescendo em todo o Paraná. As amostras indicam que Requião vai para a disputada com a possibilidade de chegar ao governo do Paraná, já no primeiro turno.
O grupo do atual governador não deve dar as costas para o passado e esquecer que na época da eleição para a escolha do novo mandatário e na qual foi eleito, a oposição não tinha em seus quadros um candidato a altura e por esse motivo foi fácil fazer com que o grupo do Ratinho Junior conquistasse o governo do Paraná. A próxima eleição promete ser uma parada dura.

Aliados, que no passado foram deixados de lado pela administração estadual e mais os funcionários públicos estaduais, engrossam o coro, junto com os professores, formam o time dos descontentes e estão abraçando a candidatura de Roberto Requião rumo ao Palácio Iguaçu.

A oposição ao Ratinho Junior (PSD) vai em suas fileiras, muitos cabos eleitorais voluntários, com a finalidade de derrotar o Ratinho Junior e os seus aliados. Que foram maléficos para o povo do Paraná.

De um lado, os empresários e o grupo liderado pelo governador do Paraná e o seu pai, o apresentador Ratinho. Com certeza, o dinheiro vai correr solto. Uma campanha eleitoral sem problemas financeiros.  No lado oposto, os professores do Paraná, os funcionários públicos e um bando de gente que vão lutar contra o domínio daqueles que estão querendo acabar com o serviço público, que é ofertado pelo estado para grande maioria da população e se depender do atual governo, tudo é privatizado.

Por ter cuidado do setor estatal, Roberto Requião é o preferido dos funcionários públicos do Paraná. Já começa com um grupo de dar inveja ao atual governador; porque se desejar fazer frente ao grupo do ex-governador, vai ter que gastar uma fortuna, já que dinheiro não é problema para o grupo.

Que Requião seja o vencedor dessa batalha e viva democracia.

Roberto Requião tenta o quarto mandato de governador do Paraná
Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais acessadas

Topo