Paraná

Professores preocupados, após morte de pedagoga em Ponta Grossa

Imagem: Facebook

Marilis de Fatima veio a óbito na sexta-feira após passar mal em sua residência  

 O falecimento da pedagoga Marilis de Fatima Kepp, que trabalhava no Colégio Estadual José Elias da Rocha em Ponta Grossa, está preocupando a classe do magistério. Por enquanto, estão aguardando o motivo do óbito da profissional da educação.  

 Marilis de Fatima Kepp, trabalhou normalmente até quarta-feira (24) após retornar do trabalho, acabou passando mal e foi levada às pressas para o hospital.   

 Pelas informações, o caso que levou a pedagoga a óbito é a variante do coronavírus, e outros professores, que tiveram contatos com a pedagoga, estão em isolados.  

 Mas não é só os professores que devem se preocupar, os alunos e pais que estiveram com Marilis de Fatima Kepp, devem procurar uma unidade de saúde. A informação é que o surto do coronavírus aconteceu após a semana pedagógica e também foi realizada reuniões com os pais de alunos, na escola. Até aquele momento, já haviam sido confirmados casos de covid-19, na unidade escolar.  

 A diretora do Colégio Estadual José Elias da Rocha, está com sintomas e aguardando o resultado do exame. 

 

 

 

  

 

1 Comentário

1 Comentário

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo