Paraná

Polícia encontra mais de 800 pessoas em aglomerações e fecha pontos comerciais em Curitiba

Casos de desrespeito às medidas sanitárias de prevenção à Covid-19 foram constatados em mais uma operação da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) na noite de sábado (19), em Curitiba. Festas clandestinas e pontos comerciais irregulares em funcionamento estão entre os principais casos. Ao todo, 823 pessoas foram encontradas em aglomerações, nove delas encaminhadas, com o saldo de quatro pontos comerciais fechados.

“As equipes da Aifu têm a consciência de que o esforço a persistência nas investigações têm contribuído para reduzir a intensidade da disseminação do coronavírus. Por outro lado, avalia que muitas pessoas ainda não entenderam a gravidade da doença e não se dispuseram a fazer a sua parte pelo bem de toda a população”, destaca o coordenador da Aifu, capitão Ronaldo Carlos Goulart.

Neste sábado, as equipes abordaram seis estabelecimentos comerciais, sendo quatro interditados, e lavradas 15 autuações administrativas. Das 823 pessoas encontradas nos locais, 623 foram abordadas pelos policiais, oito delas encaminhadas para lavratura de Termo Circunstanciado por uso de drogas, desobediência e desacato e introdução ou propagação doença contagiosa. Uma pessoa presa por embriaguez ao volante.

Também foram feitas abordagens a veículos e fiscalização de trânsito nas imediações dos locais vistoriados durante a operação. As equipes aplicaram 19 autos de infração e recolheram sete veículos ao pátio.

CASOS – Os policiais militares da Aifu receberam uma denúncia sobre aglomeração de pessoas em uma danceteria no bairro São Francisco. Ao chegar ao endereço, por volta de 20h30, foi constatado que havia cerca de 150 pessoas ingerindo bebidas alcoólicas e fumando em um local fechado ao som de música eletrônica.

Os agentes municipais das secretarias municipais do Urbanismo e do Meio Ambiente aplicaram multa de R$ 55 mil ao organizador da festa, que foi encaminhado para a lavratura do Termo Circunstanciado.

Durante a mesma abordagem, os policiais militares flagraram um homem com uma porção de drogas, que também foi levado para assinatura do Termo Circunstanciado, além de um motorista embriagado, que acabou preso em flagrante. Os demais frequentadores foram orientados pelos policiais e liberados.

No bairro Sítio Cercado, a Aifu abordou uma choperia e encontrou cerca de 200 pessoas aglomeradas, sem usar máscara, consumindo bebidas alcoólicas e fazendo uso de narguilé. Os policiais localizaram os responsáveis pelo evento, que foram autuados em R$ 150 mil pela Secretaria Municipal do Urbanismo e em R$ 5 mil pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Eles também foram encaminhados para lavratura de Termo Circunstanciado por perturbação do sossego e por infringir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Na Cidade Industrial de Curitiba, em uma terceira festa clandestina, havia cerca de 100 pessoas, que foram orientadas e dispersadas. O proprietário da casa foi encaminhado para a lavratura do Termo Circunstanciado e um dos frequentadores foi encaminhado por desacato à autoridade.

“Infelizmente, as ações de fiscalização precisam continuar e têm sido cada vez mais necessárias pela atitude irresponsável de uma parcela da população. A Aifu continua no seu esforço diário, voltado à prevenção e repressão de comportamentos que atentem contra a ordem e a saúde pública, desrespeitando as medidas restritivas previstas na legislação e nos decretos vigentes”, completou o capitão Goulart.

Polícia encontra mais de 800 pessoas em aglomerações e fecha pontos comerciais em Curitiba
Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo