Paraná

PMs são presos em operação do Gaeco que investiga exploração ilegal de jogos no norte do Paraná

Gaeco apreendeu máquinas de caça-níquel em operação no norte do Paraná — Foto: Divulgação/Gaeco

Segundo o MP-PR, foram cumpridos 14 mandados de prisão contra policiais e empresários em Jataizinho, Ibiporã e Londrina. Investigações apontam que agentes recebiam propina para não realizar fiscalizações

Cinco policiais militares foram presos em uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná (MP-PR), que investiga a exploração ilegal de jogos no norte do Paraná.

De acordo com o Ministério Público do Paraná, um policial civil e sete empresários foram presos durante o cumprimento dos mandados nos municípios de Jataizinho, Ibiporã e Londrina. Um alvo de mandado de prisão não foi encontrado.

Também são investigados os crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e ativa. As corregedorias da Policia Militar e da Polícia Civil também participaram da operação.

De acordo com o promotor Leandro Antunes, os policiais eram pagos por empresários que exploravam máquinas de caça-níquel e jogo do bicho para não realizar fiscalização nas cidades.

Há a suspeita de que os policiais também vazavam informações sobre operações policiais.

Segundo o MP-PR, alguns policiais investigados também investiam dinheiro nas atividades ilícitas e exploravam jogos de azar.

Outros dois policiais militares são investigados por envolvimento nos crimes. Todos os agentes de segurança foram afastados das funções, segundo o MP-PR.

O MP-PR informou que foram apreendidas máquinas de caça-níquel, dinheiro, celulares e documentos durante o cumprimento dos mandados.

PMs são presos em operação do Gaeco que investiga exploração ilegal de jogos no norte do Paraná
Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais acessadas

Topo