qua. fev 21st, 2024

Pedágio no Paraná: Quatro praças que estão fora do Anel de Integração mantêm cobrança de tarifa; veja quais

By nov 29, 2021 #Destaque2

Loading

Trechos estão sob concessão da Arteris com contratos vigentes até 2033; maior tarifa básica é de R$ 6,20. Desde domingo (28), Paraná tem cancelas liberadas em demais praças de pedágio

Quatro praças de pedágio que estão fora do Anel de Integração do Paraná, que teve os contratos de concessão encerrados, mantêm a cobrança das tarifas normalmente para os usuários das rodovias. Todas estão sob gestão da Arteriscom contratos vigentes até 2033.

Por meio de nota, a empresa afirmou que até o fim do período permanece prestando atendimento aos usuários e realizando investimentos nas rodovias administradas pela concessionária.

Cancelas liberadas

No domingo (28), chegou ao fim a concessão das estradas que compõem o Anel de Integração do Paraná depois de 24 anos – com as tarifas mais caras do país.

 

 

Depois de 24 anos, concessões do pedágio do Anel de Integração no Paraná chegaram ao fim — Foto: Giuliano Gomes/PR PRESS

Nestas estradas, a cobrança deve ficar suspensa por pelo menos um ano.

Grupo de motociclistas passa por local onde funcionava praça de pedágio — Foto: Giuliano Gomes/PR PRESS
Os contratos da Caminhos do Paraná, Rodonorte e Ecovia foram os últimos a acabar. No sábado (27), as cancelas das outras 14 praças administradas pela Viapar, Ecocataratas e Econorte também foram liberadas.
O tráfego de veículos nas praças será feito pelas laterais, visto que as faixas centrais estarão bloqueadas. O mesmo padrão deverá ser seguido em todas as praças desativadas.
A partir de agora, os trechos antes administrados pelas concessionárias ficarão sob responsabilidade dos governos estadual e federal. Nos trechos da Econorte e da Caminhos do Paraná, o governo fechou acordos para que as concessionárias prestem os serviços de assistência.
Fonte: G1 – Paraná

Visits: 0

By

Related Post

Optimized by Optimole