Educação

Mesmo com a reprovação nas consultas populares sobre a volta as aulas, Renato Feder vai abrir as escolas estaduais na segunda-feira (24)

 

O incompetente Secretário da Educação e do Esporte, Renato Feder, não respeita o processo democrático,  nem a liberdade do individuo em escolher o que é bom para si.

Recentemente, a maioria das escolas, inclusive as militares, passaram por uma consulta populares sobre o retorno as atividades presenciais.

Na maioria, o retorno foi reprovado e, mesmo assim, o secretário insiste na volta às aulas de forma presencial, trazendo o desespero aos pais e mães que sabem bem o que é a covid-19. Ainda mais sem a vacina.

O que a maioria não entende, é a contradição desse desgoverno, mesmo estando na faixa vermelha, no caso de Curitiba e a região metropolitana, o retorno as aulas presenciais não sendo possível nesse momento, ele ainda insiste, feito uma criança fazendo birra.

Os casos de coronavírus vem crescendo assustadoramente em todo o estado. Com filas intermináveis, na maioria dos hospitais, que atendem o Sistema Único de Saúde no Paraná, estão no limite, prestes a entrar em colapso, sem leito e Unidade de Terapia Intensiva.

É contraditória a posição do governo do estado, que sempre disse defender a população do Paraná. Com a inercia do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), demostra o quanto está preocupado com o povo pobre e os professores do Paraná.

Parece, que o governador espera a morte de muitos professores para equilibrar as contas do Paraná Previdência, dessa forma, será possível equilibrar o rombo promovido pelo grupo do ex-governador Beto Richa que promoveu saques no valor de R$ 4,6 bilhões, acabando com a futura aposentadoria de funcionários públicos e professores do Paraná.

Uma sociedade formada por trabalhadores, honrados e cumpridores dos seus deveres, não devem concordar com o grupo político que ganhou o direito de governar o estado e não permitir a destruição das conquistas de tantos anos.

É dever de cada cidadão, repudiar a atitude desse desgoverno e gritar com toda força, fora Ratinho Junior, fora Renato Feder.

Mesmo com a reprovação nas consultas populares sobre a volta as aulas, Renato Feder vai abrir as escolas estaduais na segunda-feira (24)
1 Comentário

1 Comentário

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo