Brasil

Justiça manda Antônia Fontenelle excluir ataques a antropóloga

A atriz acusou Débora Diniz de defender pedófilos

Na quinta-feira, 25, a juíza de Direito Adriana Angeli de Araujo de Azevedo Maia, da 5ª vara Cível da Barra da Tijuca/RJ, ordenou que a atriz e youtuber Antônia Fontenelle excluísse imediatamente uma postagem em que profere ataques a antropóloga e professora Débora Diniz.

Fontenelle publicou em sua página do Instagram uma foto de Débora, acompanhada de comentários agressivos, difamatórios e injuriosos, acusando-a de defender pedófilos, proferindo ameaças e incitando terceiros, marcando na publicação as redes sociais de revista para a qual a autora escreve e de Universidade onde é professora, denegrindo, assim, a sua honra e prejudicando a sua imagem, com reflexos, inclusive, em sua vida pessoal e profissional.

Segundo a juíza, o perigo da demora se justifica porque, a cada dia, a situação se agrava, dada a velocidade com que as notícias se espalham através da internet.

Assim, deferiu a tutela de urgência e determinou a exclusão imediata da postagem, sob pena de multa diária.

Leia a decisão.

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo