Brasil

Cuidadora acusada de tentar matar idosa vai a júri popular

Reprodução

Segundo o Ministério Público, Rosimeri Cristina Trindade, de 46 anos, dopava a vítima para usar os cartões de crédito. Idosa chegou a entrar em coma após aplicação indevida de insulina. A Justiça do Rio decidiu levar a júri popular a cuidadora de idosos Rosimeri Cristina dos Santos Marcos Trin, acusada de roubar e tentar matar a idosa Elenice Dias no ano passado. A decisão é do juiz Gustavo Kalil, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça.

Rosimeri, que foi denunciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) por tentativa de homicídio e estelionato, está presa desde julho do ano passado.

Segundo o MPRJ, Rosimeri, que também é auxiliar de enfermagem, usava a experiência na área de Saúde para dopar os pacientes e roubar cartões bancários.

Contratada pela família da vítima através de uma agência, ela aplicava injeções de insulina e outros remédios para diabetes sem que a idosa tivesse a doença, chegando a levá-la ao coma.

De acordo com a denúncia, o crime teria sido cometido com o objetivo de impedir a idosa de descobrir que ela havia usado seu cartão bancário para fazer compras.

Imagens anexadas à denúncia mostram Rosimeri na fila de uma agência, ao lado da vítima. De acordo com o MP, no momento em que a idosa digita a senha no painel, Rosimeri memoriza os números e depois anota no celular.
O crime foi descoberto após a idosa ter ido parar no hospital com uma crise de hipoglicemia causada pelas injeções de insulina.

Câmeras de uma casa lotérica registraram a cuidadora acompanhando a idosa antes de furtar o cartão da vítima

Cuidadora acusada de tentar matar idosa vai a júri popular
Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo