Internacional

Como Portugal, exemplo na 1ª onda da pandemia, chegou à beira do colapso na 2ª

Fila de ambulâncias em um hospital de Lisboa ilustra as dificuldades vividas em Portugal. (Imagem: AFP)

A situação de Portugal em decorrência do novo coronavírus é dramática e preocupante 

 

O país europeu havia tido um relativo sucesso no combate à covid-19 durante a primeira onda da pandemia e nem tiveram tempo de comemorar a volta à normalidade com os seus afazeres. 

 Com os disparos da nova mutação do coronavírus, causou uma sobre carga no sistema de saúde.   

Hospitais de campanha foram abertos e pacientes tiveram de ser transferidos a unidades de saúde em uma ilha portuguesa.  

Nos últimos quinze dias, Portugal registrou a taxa de infecção por covid-19 mais alta da União Europeia: 1.429,43 por 100 mil habitantes, segundo os dados do Centro Europeu para a Prevenção e controle de Enfermidades (ECDC). 

Portugal tem a taxa de mortalidade mais alta da União Europeia: 247,55 por milhão de habitantes. 

No mês de janeiro, Portugal registrou os seus dados mais trágicos desde o início da pandemia: foram 5.576 mortos (44,6% do total registrado desde os primeiros casos) e 306.838 infectados (42,6% do total). 

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo