Brasil

Centro de Segurança Cibernética do Inatel oferece curso para ISPs se prepararem para operar no 5G

A iniciativa conta com o apoio da multinacional Huawei, do Instituto Mediterrâneo de Risco, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – IMREED e da empresa Sikur

O Centro de Segurança Cibernética do Inatel (CxSC), em parceria com a Huawei, o IMREED e a Sikur, irá oferecer um curso gratuito sobre Telecomunicações, Redes Móveis e Segurança Cibernética aos ISPs (provedores de serviços de internet) nacionais, que se preparam para iniciar suas operações na quinta geração de comunicações móveis, 5G. A intenção é capacitar, entre os meses de junho e julho de 2022, cerca de 120 colaboradores para trabalhar com as principais tecnologias e redes que compõem o mundo das telecomunicações, bem como, apresentar os princípios, fundamentos e evoluções tecnológicas das redes móveis, do 1G ao 5G, e as principais técnicas de segurança cibernética que devem ser aplicadas a elas.

O curso será oferecido de forma presencial, no campus do Inatel em Santa Rita do Sapucaí, e terá duração de 32 horas, divididas em atividades teóricas e práticas. As atividades práticas serão desenvolvidas nos laboratórios da instituição equipados com dispositivos de última geração fornecidos pela Huawei e, também, com sistemas de segurança e estudos de casos fornecidos pela Sikur e pelo IMREED. “O curso de Telecomunicações, Redes Móveis e Segurança Cibernética em 5G do Inatel chega em boa hora porque, além das grandes operadoras, os ISPs regionais também investem na construção de suas redes. Ademais, a tecnologia será aplicada nas diversas verticais da indústria e, portanto, muito importante a formação de profissionais capacitados na area. A Huawei investe mais de U$ 1Bi ao ano em cibersegurança e apoia ativamente a iniciativa do Inatel CxSC (Centro de Segurança Cibernética)”, ressalta Marcelo Motta, Diretor de Soluções e Cibersegurança da Huawei para América Latina.

A iniciativa é a primeira capacitação oferecida pelo Centro de Segurança Cibernética, desde o seu lançamento em 2021. Com uma equipe com cerca de 30 integrantes, incluindo professores, especialistas, estagiários e bolsistas de Iniciação Científica, o Centro alcançou vários objetivos em seu primeiro ano de trabalho, graças ao forte apoio dos parceiros. A equipe publicou trabalhos de pesquisa em congressos nacionais e internacionais, com destaque a um artigo no periódico IEEE Sensor Letters. Também fez apresentações em importantes eventos do setor e promoveu competições relacionadas ao tema, envolvendo estudantes de graduação.

A parceria prevê, para o segundo semestre de 2022, a criação de um segundo treinamento focado em Redes Privativas, Edge, Cloud Computing, IoT e Inteligência Artificial. “Além dos cursos, estamos trabalhando também em outras atividades de formação e propagação de conhecimentos na área de LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), em informativos sobre principais ameaças cibernéticas e medidas de mitigação e prevenção das mesmas e na promoção do Segundo Fórum Nacional de Cibersegurança, que deve ocorrer em outubro de 2022”, destaca o coordenador adjunto do CxSC, professor Guilherme Aquino.

Sobre o Inatel

O Inatel é um centro de ensino, pesquisa e desenvolvimento de tecnologias, criado em 1965, em Santa Rita do Sapucaí, sul de Minas Gerais, conhecida como o Vale da Eletrônica. Foi a primeira instituição de ensino superior de Engenharia de Telecomunicações do Brasil e, atualmente, oferece sete graduações em Engenharia, além de cursos de pós-graduação lato sensu, cursos a distância e Mestrado e Doutorado em Telecomunicações. Além de formar profissionais, o Inatel transfere tecnologia ao mercado nas áreas de desenvolvimento de software, hardware, consultoria e calibração de equipamentos. Possui parcerias com empresas de tecnologia nacionais e multinacionais e é unidade Embrapii, responsável por apoiar o desenvolvimento e a inovação no Brasil.

Mais informações no site www.inatel.br.

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo