Região

Apucarana – Secretária Marli Fernandes participa de conferência internacional de educação

A secretária municipal de educação Marli Fernandes está participando do XXVIII Colóquio ‘Educação e Idades da Vida – Problemáticas de Investigação e Desafios na Sociedade Contemporânea’, promovido pela seccional portuguesa da Associação Francofone Internacional de Pesquisa Científica em Educação (AFIRSE). Na manhã de hoje (29/01), ela apresentou o trabalho ‘A Construção de Ações Cidadãs no Universo Escolar da Educação de Jovens e Adultos’.

O XXVIII Colóquio da AFIRSE-Portugal procura promover um espaço de debate e de divulgação do conhecimento científico resultante da investigação educacional, em diversos países, sobre a educação nas múltiplas idades da vida, nomeadamente, as políticas, as práticas e as problemáticas da educação de infância, da educação de jovens, da educação de adultos e da educação de idosos, nas suas complementaridades e interdependências.

Em sua apresentação, a secretária Marli Fernandes fez um relato das ações desenvolvidas na rede municipal de ensino no âmbito da Educação de Jovens e Adultos (EJA). “A erradicação do analfabetismo entre os jovens e adultos é uma das metas do Plano Municipal de Educação de Apucarana. Para alcançá-la, os professores, coordenadores e diretores têm se empenhado arduamente na busca ativa dos alunos e no combate à evasão escolar. A Autarquia Municipal de Educação também possui o apoio de parceiros valiosos, como a Secretaria Municipal da Mulher e Assuntos da Família, Autarquia Municipal de Saúde, Secretaria Municipal da Assistência Social e Centro de Apoio Multiprofissional ao Escolar (CAME). É um trabalho feito a muitas mãos, com resultados recompensadores,” disse.

O prefeito Junior da Femac parabenizou a secretária pela participação no XXVIII Colóquio da AFIRSE-Portugal. “Eu agradeço à professora Marli Fernandes por tudo o que ela tem feito em prol da educação de Apucarana. Ao aprender a ler e escrever, o indivíduo passa a resolver diversos problemas do dia-a-dia sem a necessidade da ajuda de outras pessoas, como compreender o rótulo de uma mercadoria no supermercado ou entrar no ônibus correto no terminal rodoviário. A alfabetização garante a independência e a autonomia dos jovens e adultos,” afirmou.

A Autarquia Municipal de Educação oferta a primeira fase da Educação de Jovens e Adultos, correspondente aos anos iniciais do ensino fundamental (1° ao 5°), nas escolas Albino Biacchi, Fábio Henrique da Silva, Fernando José Acosta, João Antônio Braga Côrtes e José Idésio Brianezi. O transporte escolar é garantido para os alunos que residem distantes das unidades de ensino. Em 2020, apesar dos desafios impostos pela pandemia de coronavírus, 90 estudantes foram atendidos por meio da EJA.

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo