juliotake

Marketing Digital: com e-commerce em alta, ação torna-se necessária nas empresas

Expansão está atrelada às adaptações necessárias para lidar com tempos de crise e pandemia, bem como ao aumento do consumo de internet e à maior presença nas redes sociais por parte dos brasileiros, afirma Wolney Dias CEO da Wmb Marketing Digital.

São Paulo – SP 2/9/2021 – Quando um visitante tem uma experiência satisfatória ao acessar seu site, as chances dele voltar à página aumentam consideravelmente

Expansão está atrelada às adaptações necessárias para lidar com tempos de crise e pandemia, bem como ao aumento do consumo de internet e à maior presença nas redes sociais por parte dos brasileiros, afirma Wolney Dias CEO da Wmb Marketing Digital.

A digitalização dos serviços e das estratégias de marketing há muito deixaram de ser uma tendência, uma alternativa estratégica para empresas, para firmar-se como uma realidade obrigatória para a sobrevivência de companhias no atual contexto de pandemia de Covid-19 – e no futuro pós-pandêmico que já se vislumbra no horizonte. Em tempos de ultraconexão e relações sociais, econômicas e laborais gradativamente mais pautadas pelo formato on-line, o marketing digital desponta como ferramenta obrigatória para o desenvolvimento de empresas em todo o mundo.

Esta estratégia de crescimento, cada vez mais indispensável, pode ser medida por um estudo realizado de forma conjunta pelas empresas Resultados Digitais, Mundo do Marketing, Rock Content e Vendas B2B em 2019. Os indicativos apontados pela Pesquisa Maturidade do Marketing Digital e Vendas no Brasil apontam que 94% das empresas brasileiras fazem uso do Marketing Digital como estratégia de crescimento.

Tal expansão está atrelada ao crescimento do e-commerce no país, bem como ao aumento do consumo de internet e à maior presença nas redes sociais por parte dos brasileiros. No primeiro caso, de acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) foi registrada abertura de mais de 135 mil lojas on-line no país de maio a setembro de 2020, ante uma estimativa inicial – antes da atual pandemia – de 60 mil. 

Já no que diz respeito ao consumo de internet no país, houve, de acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), um crescimento de 50% nos primeiros meses da atual crise sanitária. Por fim, uma pesquisa da Kantar, marca especializada em pesquisa de mercado, divulgada em agosto do ano passado, revelou que houve um aumento global de 40% do uso de redes sociais, como o Facebook, WhatsApp e Instagram.

Observando este último dado, é possível notar como as estratégias de marketing digital têm atuado junto a este segmento. De acordo com relatório recentemente divulgado pela Socialbakers, plataforma global de monitoramento em redes sociais, o investimento em anúncios no Facebook e no Instagram cresceu 60% no primeiro trimestre de 2021 quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

A importância da Experiência do Usuário dentro do Marketing Digital

O impacto da pandemia de Covid-19 no mercado de trabalho foi avaliado por uma pesquisa realizada pelo LinkedIn, que examinou os cargos que tiveram maior crescimento entre abril e outubro de 2020 em relação ao mesmo período de 2019. De acordo com o relatório “Empregos em Alta do LinkedIn”, os especialistas em Marketing Digital ocuparam o sétimo lugar na lista, em consequência do “aumento na demanda por cargos focados em alternativas inovadoras ao marketing tradicional”. Segundo o informe, as principais competências desejadas pelos contratantes da área são: Marketing de Influência, Marketing Digital, Growth Hacking, Experiência do Usuário (UX), Mídias Sociais e Search Engine Optimization (SEO).

Destas habilidades citadas pelo estudo do LinkedIn, a Experiência do Usuário, segundo Wolney Dias, CEO da WMB Marketing Digital, empresa especializada no ramo, isso  tem um papel de destaque nos dias atuais. “Quando um visitante tem uma experiência satisfatória ao acessar seu site, as chances dele voltar à página e, mais que isso, indicar a empresa para outras pessoas, aumentam consideravelmente”, diz o empresário, que cita quatro pilares para que um site possa proporcionar essa experiência satisfatória ao usuário: usabilidade, utilidade, acessibilidade e funcionalidade.

Marketing digital como estratégia de sobrevivência para micro e pequenas empresas na visão do CEO da WMB Marketing Digital

Para microempreendedores, é fundamental que sejam oferecidos aos consumidores em suas lojas digitais estes pilares citados pelo empresário Wolney Dias. Mais que a busca por melhores rendimentos, o investimento em Marketing Digital por parte desses profissionais é uma busca pela própria sobrevivência de seus negócios. Um estudo regionalizado, realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) de Minas Gerais em maio deste ano, por exemplo, indicou que 50% dos microempreendimentos levados a cabo por profissionais mineiros só puderam ir à frente graças ao aporte financeiro em Marketing Digital.

O CEO da WMB Marketing Digital pontua ainda a importância dos profissionais que possibilitam esta boa experiência do usuário em páginas que abrigam lojas e serviços digitais: o UX Designer. 

“A área de UX Design é aquela que estuda e desenvolve o design da experiência do usuário. Cada vez mais, o sucesso de uma empresa pelas mãos desse profissional, que é responsável por deliberar sobre o fluxo de navegação, a organização de informações e a identidade visual do produto ou serviço a ser desenvolvido”, completa o CEO da empresa Wolney Dias.

Para saber mais, basta acessar: https://www.wmbmarketingdigital.com.br

 

Website: https://www.wmbmarketingdigital.com.br

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo