juliotake

Sexta edição do Festival Verbo Gentileza será entre 23 e 25 de setembro, com o tema “Revolução Gentil”, em formato online

Programação traz importantes nomes para conversas e intervenções artísticas sobre os eixos: “Revolução”, “Cidadania” e “Identidade”

Belo Horizonte, MG 16/9/2021 –

Programação traz importantes nomes para conversas e intervenções artísticas sobre os eixos: “Revolução”, “Cidadania” e “Identidade”

Trazer inspiração, questionamentos e construção de insights para melhorar o mundo. Este é o objetivo da 6ª edição do Festival Verbo Gentileza, com o tema “Revolução Gentil”, que acontece de 23 a 25 de setembro, com transmissão online e gratuita.

A programação será dividida em diferentes eixos, entre mesas de conversas, palestras e apresentações artísticas. No dia 23 de setembro, o tema “Revolução Gentil” permeia encontros de pessoas e marcas que fazem essa revolução acontecer todos os dias. Serão apresentações, trocas e oportunidade de novos impactos. Já no dia 24 de setembro, o eixo “Cidadania Gentil” convida a construir novas formas de estar em sociedade. Novos combinados de convivência coletiva, com especialistas em cidades e artistas que as usam como palco. Já no dia 25 de setembro, em “Identidade Gentil” o festival aborda características próprias das pessoas, a autenticidade que individualiza e que conecta por meio dessa empatia estrutural que se chama gentileza.

“O mundo que vem se descortinando aos poucos no pós-pandemia exige um novo olhar para o outro e para nós mesmos. A sociedade se vê diante de novos desafios na forma de se relacionar, de evoluir e é preciso uma união de pensamentos e forças para revolucionar. Precisamos de pessoas inspirando e colaborando com pessoas. Não podemos seguir como antes e abandonar os aprendizados conquistados até aqui. Nosso tema de 2021 é Revolução Gentil, gentil que vem de gente; gente disposta a agir e transformar. O que vai nos tirar do lugar onde estamos e nos levar para um futuro melhor é nossa humanidade, nossa gentileza” explica Patrícia Tavares, idealizadora e curadora do projeto.

Para isso, temas como o novo gentil, como lidar com as emoções, felicidade, marcas e causas, cidades gentis, entre outros estão na programação, que inclui nomes como: as mais expressivas organizações de sociedade civil (OSCs) de BH e São Paulo, Emanuela São Pedro (AIC – Agência de Iniciativas Cidadãs), Tiago Alvim (Prosas), Daniel Morais (Atados) e Bruna Kassab (Evoé); Brain Squad e a perspectiva das marcas; Flávia Faugeres, com sua trajetória de líder de grandes corporações à busca do propósito; o português Pedro Homem de Golvea, em uma mesa sobre a revolução gentil nas cidades; a colombiana Marcella Guerreiro, além de Marjorie Yamaguti, Renata Falzoni, Marcella Arruda, Gurusangat, entre muitos outros.

No “Palco Instituto Unimed-BH” haverá apresentações de música, com Thiago Delegado, Barbatuques, Orquestra de Ouro Preto, a apresentação indígena de Huni Kuin – gravado durante a manifestação do grupo em Brasília, e outros nomes. O festival inclui também dança, performances e vídeos.

Patrícia Tavares é a idealizadora e curadora do Festival Verbo Gentileza como um todo e convidou a bailarina Ana Paula Cançado, para a curadoria de vídeos e performances, e a arquiteta Eveline Trevisan, para o eixo Cidade Gentil.

O Festival contempla, ainda, uma importante agenda social que colabora para o alcance da meta 2030 da ONU. Isso acontece por meio dos conteúdos propostos na programação ou por outras ações, como promover a conexão entre as empresas apoiadoras e os parceiros “gentis revolucionários”, que têm trabalhos de responsabilidade social, empreendedorismo, arte e cultura, entre outros.

“O alcance da meta da agenda 2030 da ONU está relacionado a uma cadeia causal de práticas sociais e sustentáveis das corporações e de cada indivíduo. É preciso despertar e ativar o senso de urgência e responsabilidade que temos em mãos e faremos a partir da projeção de iniciativas, cidades, pessoas e marcas. Depende de nós parar o ciclo de degeneração social e ambiental e iniciarmos o ciclo de regeneração das relações, de gente pra gente e com o planeta. A 6ª edição do Festival Verbo Gentileza colabora para difundir ótimos exemplos com a devida urgência do agora. A hora é agora”, conta Fina Nicolai, Cocriadora e Diretora de Produção do festival.

A cada edição, o Festival elabora também um manifesto para reforçar as principais mensagens do evento e sua temática. E em 2021, ele veio em forma de música. O single inédito “Revolução Gentil”, de José Luís Braga com participação de Fernanda Takai, foi produzido especialmente para a ocasião e já está disponível em todas as plataformas digitais.

Website: https://www.sympla.com.br/produtor/verbogentileza

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo