juliotake

Cursos preparatórios: nicho para concurso público permanece em alta na procura

Entre 2016 e 2021, houve um aumento de 40% no número de novos estudantes de cursos preparatórios para o ingresso de profissionais no setor público, de acordo com a ANPAC (Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos); segundo pesquisa, 27% dos interessados em trabalhar como funcionários públicos têm entre 18 e 24 anos

Santana do Livramento, RS. 24/9/2021 – Os cursos on-line possibilitam levar ao aluno de qualquer lugar do país o mesmo ensino de qualidade aplicado nos grandes cursos presenciais das capitais

Entre 2016 e 2021, houve um aumento de 40% no número de novos estudantes de cursos preparatórios para o ingresso de profissionais no setor público, de acordo com a ANPAC (Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos); segundo pesquisa, 27% dos interessados em trabalhar como funcionários públicos têm entre 18 e 24 anos

O alto índice de desemprego, que atinge cerca de 14,8 milhões de brasileiros, de acordo com o último boletim apresentado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em junho deste ano, tem se apresentado, trimestre a trimestre, como um dos principais indicativos da atual situação de crise social e econômica que atinge o país. A crescente cobertura vacinal contra a Covid-19 na sociedade, porém, de acordo pesquisa do BNE (Banco Nacional de Empregos), tem estimulado uma maior busca por empregos desde o último mês de janeiro, em um aumento de cadastro de currículos em busca de vagas de trabalho da ordem de 52%.

A instabilidade em empregos no setor privado gerada pelo avanço da terceirização e pela crescente flexibilização das leis trabalhistas tem, além disso, proporcionado a manutenção do crescimento do número de novos ‘concurseiros’ – como são chamados os estudantes de cursos preparatórios para concursos públicos. Isso se dá também pelo fato de, além da maior estabilidade, o setor público oferecer salários mais atrativos.

A diferença na remuneração média dos funcionários públicos e profissionais com carteira assinada no Brasil, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) compilados pela consultoria IDados, é de cerca de 76%. O que pode explicar o crescimento de 40%, entre 2016 e maio de 2021, no número de novos estudantes de cursos preparatórios para o ingresso de profissionais no setor público, de acordo com a ANPAC (Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos).

Cursos on-line possibilitam o surgimento de novos ‘concurseiros’ pelo país

Com o advento da pandemia de Covid-19 e a impossibilidade, em um primeiro e mais crítico momento da atual crise sanitária, da realização de aulas presenciais, toda uma gama de cursos teve de se adaptar ao formato digital, inclusive, os cursos preparatórios para concursos públicos. Visto que estes processos seletivos acontecem em todos os rincões do país, das mais remotas cidades interioranas às maiores metrópoles, tal oferta de cursos pode servir para capacitar estudantes que por muito tempo estiveram desprovidos de boas oportunidades de aprendizado para o almejado ingresso no serviço público.

“Os cursos on-line possibilitam levar ao aluno de qualquer lugar do país o mesmo ensino de qualidade aplicado nos grandes cursos presenciais das capitais”, afirma Lorei Bopp Del Gaudio, diretora e professora do IRDE (Instituto Rio-Grandense de Desenvolvimento Educacional), curso preparatório para concursos públicos que oferece conteúdo pelo formato de EaD (Ensino à Distância).

“Hoje, um aluno que more no interior da Amazônia ou no sertão Nordestino, se tiver conexão com internet, mesmo num aparelho de celular singelo, poderá assistir vídeoaulas, ter contato com professores e ter acesso a conteúdo de ponta, como se estivesse morando numa grande capital, como São Paulo, Brasília ou Porto Alegre”, afirma a docente.

Lorei ressalta a grande estabilidade oferecida ao trabalhador no âmbito do funcionalismo público e a boa remuneração salarial, que aumentou, em média, 20,4% entre o início de 2012 e o fim de 2020 – ante apenas 7,1% no setor privado, no mesmo período – como fatores que proporcionam a crescente procura de cursos por postulantes ao funcionalismo público.

Novas tecnologias para um público cada vez mais jovem

Para a profissional, estes ‘concurseiros’ sempre foram identificados como obstinados alunos, que sacrificavam seus momentos de lazer para estudar mais e mais. Novas ferramentas oferecidas nos cursos on-line, porém, pontua ela, servem para “humanizar” esta árdua tarefa. “Hoje, podemos fazer uso de novas tecnologias, como as conversas em grupos pelo WhatsApp ou em comunidades do Facebook, além de lives no YouTube”.

Tais ferramentas vão ao encontro de um público cada vez mais jovem: de acordo com dados do Google Trends, que indica o perfil etário dos usuários do site que realizaram pesquisas sobre concursos públicos, 27% dos interessados em trabalhar como funcionários públicos têm entre 18 e 24 anos, ao passo que outros 37% têm idades que variam entre 25 e 34 anos.

Para saber mais, basta acessar: https://www.irde.com.br/

Website: https://www.irde.com.br/

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo