juliotake

WhatsApp fora do ar e condomínios: Como apps de interfone agilizam a comunicação

Solução de alta tecnologia permite a comunicação e liberação de pessoas e entregas em condomínios e casas de forma remota, direto do aplicativo

São Paulo 8/10/2021 –

Solução de alta tecnologia permite a comunicação e liberação de pessoas e entregas em condomínios e casas de forma remota, direto do aplicativo

Com a queda do WhatsApp, muitos condomínios, em que muitas vezes, os moradores precisam entrar em contato com porteiros, vizinhos, síndicos etc., por meio do aplicativo de mensagens em tempo real, para que seja liberada a entrada de algum visitante, entregador ou algum outro serviço, tiveram um dia muito complicado devido à falta de comunicação. O mesmo aconteceu com alguns prédios que não possuem porteiro, apenas uma portaria remota que se comunica com os condôminos pelo WhatsApp.

O Sistema Nacional de Informações Criminais, ferramenta que integra soluções para controle de informações e identificação de crimes, informou que, em 2019, foram registrados mais de 12 mil casos de furtos e roubos em casas e condomínios no Brasil. Somente no Estado de São Paulo foram mais de 7,8 mil ocorrências. Segundo a Associação Brasileira de Sistemas Eletrônicos de Segurança, o Brasil tem cerca de 180 mil condomínios, sendo 50 mil só em São Paulo.

Diante deste cenário, a portaria remota, que possibilita o atendimento em condomínios à distância, está ganhando uma popularidade cada vez maior e, apesar de tratar-se de uma tecnologia nova no mercado, a busca pelo serviço aumentou cerca de 20% em 2020, de acordo com a Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança).

Alerta

De acordo com o Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP), em setembro passado, foi emitido um alerta às administradoras de condomínios, já que um homem uniformizado e num carro com o logotipo de uma empresa de telefonia foi a um condomínio da Grande São Paulo, alegando que sua visita havia sido agendada pela administradora, citando até o nome de uma funcionária da empresa.
Como não sabiam do agendamento, síndico e o zelador checaram junto à administradora e constataram a tentativa de golpe e não autorizaram a entrada no local.

Tecnologia

Diante deste cenário, startups que atuam com soluções de alta tecnologia para a comunicação e acesso inteligente a condomínios e residências estão crescendo cada vez mais e podem apresentar algumas vantagens. Através da plataforma da empresa o controle de visitantes do condomínio pode ser liberado diretamente pelo celular do morador pelo próprio aplicativo, de onde quer que o morador esteja, sem precisar se locomover até o local ou portaria. A proposta é que os celulares sejam transformados em interfones móveis conectados ao app, que gera tokens de validação, senhas secretas, QR codes, registros de veículos e uma rede completa de informações.

Também, pelo próprio aplicativo a pessoa tem autonomia para indicar ao entregador, por exemplo, em qual local ou com quem ele pode deixar a encomenda, sem a necessidade de sua presença. E ainda, em casos de aluguel do imóvel por temporada, é possível liberar o acesso para quem estiver fazendo a locação de maneira remota. Isso tudo, passando por algumas etapas de segurança, diretamente pela tela do seu celular, em qualquer lugar do mundo.

“Correspondências paradas, serviços e visitantes correndo risco de não serem avisados. Este foi o cenário nesta segunda (04) para quem não usava ferramenta apropriada de comunicação para condomínios. É muito importante ter um sistema com uma tecnologia avançada, que dê autonomia e segurança para controlar a entrada e entregas nos condomínios, não é só um avanço e proteção, como uma otimização de tempo”, explica o tecnologista Bruno Pompilio, um dos fundadores da GuuG, empresa que trabalha com soluções de alta tecnologia para o acesso inteligente a condomínios e residências.

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Topo