Opinião

Os desmandos da Secretária de Estado da Educação em cima dos professores e estudantes das atividades e os Meets

Por Daniel Enrique de Souza

Os desmandos da SEED em cima dos estudantes sobre as atividades e os meets estão levando ao esgotamento, exaustão e falta de tempo, em 1 mês e 4 dias, por exemplo, no 3⁰ ano do Ensino Médio, onde foi feito um balanceamento, contabilizou-se em 242 atividades, assusta qualquer um com esse fracasso do Ensino Remoto, levando em consideração, são de 10 à14 atividades por dia, que no final da semana as contas fecham em 50 à 70 que são enviadas automáticas da Secretária de Estado da Educação, cada atividade tem 2 questões, se fazer a conta 50×2 =100 e se fazer 70×2 =140, se já não bastasse esse excesso, a ameaça e pressão da SEED, está uma verdadeira confusão.
Por exemplo em horários das aulas, um conteúdo na Segunda-feira, na terça-feira conteúdos diferentes e na quarta, volta para os conteúdos de segunda. O verdadeiro fracasso do EaD que foi em 2020 agora nesse ano está pior, um terror, o quadro está se agravando intensamente, pressões, ameaças, medos e preocupações.
Outro fracasso que leva em indisposição e esgotamento, são os usos do Meet, os estudantes estão sendo obrigado a participar, porém se não participar leva falta, o assédio e obsessão por esse meio é inacreditável, pois está levando a obrigação em usar o uniforme da escola, incabível, são um show de horrores. Diante de toda essa tragédia, está aumentando a desigualdade, o medo, a indecisão diante de 2 anos letivos perdidos sem aprender nada, estudantes abandonando os estudos, para tentar reprovar de propósito para aprender de verdade.
Alunos/as que não tem internet, não tem equipamentos tecnológicos adequados, lugares com estrutura, aplicativos como Google Classroom, aula Paraná e mesmo o próprio Youtube pois ficam gravadas as aulas estão dando “bug” por falta de internet, como que estão aprendendo? Como será que os estudantes se organizam? Qual é o meio que levam a se adequar com todas essas condições precárias? Será que é o projeto neoliberal autoritário de barbárie do Governador Ratinho Júnior e do Secretário de Educação Renato Feder com a tal da expressão do “SE VIRA”? Pois então, aí que está, falta de acessos, falta de internet, lugares inadequados… aí os estudantes que SE VIRE.
Com todo esse meio de falácia, exclusão e fracasso, mostrou a verdadeira realidade de como está sendo levado a Educação Pública e a precarização das nossas escolas do Paraná.
Precisamos reagir, precisamos derrubar esse tipo de Ensino autoritário de barbárie, está um agravante ataques à comunidade escolar, não podemos mais aceitar essas condições cada dia está piorando o processo de destruição da Educação e a farsa pedagógica do EaD imposto no estado do Paraná.
Ratinho Júnior e Renato Feder novamente insistem em apresentar “FAKE NEWS” para aumentar o IDEB, oque eles fazem é para atingir o 1⁰ lugar no IDEB nacional, através de um outro projeto chamado SE LIGA, outra exclusão e mentira, desconhecem a realidade da Educação, oque com tudo isso está levando os professores e estudantes a uma tragédia que acreditamos que não terá fim.

#ForaRatinhoJr
#ForaFeder
#SeViraFeder

  • Daniel Enrique de Souza Estudante do Colégio Estadual José De Alencar – Ensino Médio. Nova Prata do Iguaçu – Paraná
Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo