Anúncie aqui
Opinião

Em defesa da educação e do funcionário público, Requião pode ser candidato a governador 

Imagem - Fábio Campana

Após três mandatos de um mesmo grupo, os funcionários públicos e a população do estado do Paraná desejam a volta de Roberto Requião, a frente da máquina administrativa.

Foi o que mostrou uma enquete, no Blog do Esmael de Moraes, no final do ano, com Roberto Requião (MDB) liderando a enquete com 79,8% e com Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) marcando 6,4%.

O resultado mostra como o paranaense está descontente com a gestão do atual governador, que a cada dia diminui a importância do estado nas áreas prioritárias, cortando verbas da saúde, educação e das melhorias das estradas com a justificativa a lei de responsabilidade fiscal, mas, em contrapartida, beneficia empresários de grandes empresas com isenção dos impostos.  Quem tem privilégios, no atual governo, são os militares e o judiciário, sendo mantidos os reajustes salariais, ja que marcam o governo de Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) em cima, para não ter os servidores prejudicados.

Por outro lado, a educação, por exemplo, tem sido atacada constantemente com o arrojo salarial e a falta de concurso público, trazendo insegurança para os professores e funcionários.

Os ataques, feitos pelo secretário e empresário Renato Feder, á educação do Paraná, vai levar um número considerável de professores para a oposição e,  a maioria, demonstra interesse de caminhar nas fileiras de Roberto Requião(MDB) com o objetivo de derrotar o atual governador na proxima eleição.

Segundo os educadores, na época de Roberto Requião, foram reconhecidos, sendo tratados de forma descente e a área educacional era visto como prioritária.

O que esperar de um governador, que não investe na educação pública, permitindo que verbas públicas sejam desviadas para a iniciativa privada, em serviços que o Paraná sempre prestou a população; como exemplo os cursos técnicos.

As verbas destinadas para Unicesumar deveriam ser usadas para a reposição salarial e não para convênios.

Clique aqui para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os Mais Populares

Anúncie aqui
Topo